Inicio »

Processamento de dados: o que é e como funciona?

Processamento de dados: o que é e como funciona?

Aprenda o que é processamento de dados, como funciona, quais as principais etapas e diferentes tipos para alcançar o sucesso em várias áreas de uma empresa.

Picture of Carolina Gimenez
Carolina Gimenez

16/04 |

Leitura: 7 min

Descubra os princípios fundamentais por trás do processamento eficiente de dados e como essa prática é essencial em diversos contextos. Vamos desvendar o que é o processamento de dados, como ele funciona e por que isso é tão importante para alcançar o sucesso em diversas áreas.

O que é processamento de dados?

Em termos simples, o processamento de dados é o conjunto de atividades que transformam dados brutos em informações úteis e acionáveis. Esse processo envolve diversas etapas, desde a coleta e organização dos dados até a análise e tratamento, com o objetivo de gerar insights valiosos para a tomada de decisões.

Qual a importância do processamento de dados?

A importância do processamento de dados reside na sua capacidade de fornecer informações objetivas para embasar decisões estratégicas nas empresas, sem depender exclusivamente da intuição. Ao processar e analisar dados de forma sistemática, as organizações podem identificar padrões, tendências e insights que orientam a formulação de estratégias mais eficazes.

Além disso, o processamento de dados atua como um filtro, permitindo que apenas as informações relevantes sejam utilizadas pela empresa. Isso ajuda a evitar decisões baseadas em dados incorretos ou irrelevantes, contribuindo para a eficiência operacional e o sucesso do negócio.

Como funciona o processamento de dados?

Imagine um grande baú cheio de informações desorganizadas. O processamento de dados é como abrir esse baú, organizar o conteúdo e transformá-lo em algo útil, como um mapa que te guia para o sucesso. Vamos abordar ítem por ítem dentro desse baú:

Coleta

A etapa inicial do processamento de dados é a coleta, onde os dados são recebidos em sua forma bruta para serem tratados nas próximas etapas. Esses dados servem como matéria-prima para planejar estratégias e ações para o negócio. Eles podem ser encontrados em diferentes formatos, como bancos de dados, arquivos CSV, páginas da web e outros.

Armazenamento

Após a fase de coleta, os dados são direcionados para a etapa de armazenamento, onde são mantidos em um ambiente seguro e de fácil acesso. Essa etapa é crucial para garantir a integridade e disponibilidade dos dados para uso futuro. Os dados podem ser armazenados em diversos tipos de sistemas, como bancos de dados relacionais ou não relacionais, sistemas de arquivos distribuídos ou até mesmo em nuvem. 

Análise

Na fase de análise, todos os dados previamente armazenados são sujeitos a uma avaliação detalhada de acordo com os requisitos e regras de negócio da empresa. Essa etapa envolve a aplicação de técnicas e algoritmos para identificar padrões, tendências e insights significativos nos dados. Eles podem ser submetidos a diferentes tipos de análise, como análise descritiva, exploratória, preditiva ou prescritiva. 

Organização

Na etapa de organização, os dados são classificados e estruturados de acordo com categorias previamente definidas. Essas categorias podem incluir funções, áreas específicas do negócio, tipos de dados (números, datas, etc.) ou qualquer outra classificação relevante para os objetivos da empresa. Porém, é fundamental realizar uma limpeza nos dados para identificar e corrigir inconsistências, erros e duplicatas. 

Tratamento

No tratamento, os dados previamente organizados passam por um processo de refinamento e preparação para garantir sua qualidade e relevância. Isso envolve técnicas para manipular os dados de forma apropriada e prepará-los para análises futuras. Um aspecto importante do tratamento de dados é a remoção de informações irrelevantes ou de baixa qualidade, para garantir que apenas os dados que agregam valor permaneçam. 

Agrupamento

Na fase de agrupamento, os dados são organizados em conjuntos ou blocos específicos de acordo com os requisitos e objetivos da empresa. Essa etapa é crucial para identificar padrões, relações e segmentos dentro dos dados que podem não ser imediatamente aparentes. 

É importante destacar que, diferentemente da classificação, onde os dados são atribuídos a categorias predefinidas, o agrupamento envolve a identificação de grupos similares dentro do conjunto de dados, sem necessariamente ter categorias predefinidas.

Saída

Na etapa final do processamento de dados, os resultados são disponibilizados na forma de saída. Nessa fase, os dados foram processados, analisados e transformados em um formato legível e compreensível para serem utilizados em diversas aplicações e contextos. 

Os resultados podem ser apresentados de várias maneiras, incluindo gráficos, tabelas, relatórios, documentos, entre outros formatos. Geralmente isso é feito por ferramentas de Business Intelligence (BI), especializadas em visualizações de dados.

Tipos de processamento de dados

Existem diferentes tipos de processamento de dados. Veja como cada um deles ajuda empresas a terem mais eficiência no seu dia a dia.

Processamento em batch

Nesse método, os dados são enviados diretamente para um servidor central, às vezes hospedado em uma infraestrutura de cloud computing. Os registros são agrupados em um lote e armazenados temporariamente na máquina. Em seguida, são processados em um horário específico (geralmente em períodos de baixa demanda) para minimizar o impacto nas operações da infraestrutura compartilhada. 

Esse processo de análise em batch permite uma gestão mais eficiente dos recursos e uma programação mais previsível das atividades de processamento de dados.

Processamento online

Nesse tipo de processamento, os dados são tratados instantaneamente no momento em que o usuário realiza a ação. As informações são enviadas para um servidor onde são validadas e processadas em tempo real. Dependendo do resultado da análise, uma ação correspondente é tomada, possibilitando aos usuários realizarem transações como pagamentos, acessar sistemas privados e executar outras operações de forma rápida e responsiva. 

Esse método é crucial para garantir uma experiência ágil e eficiente em sistemas interativos. 

Processamento offline

No processamento offline, os dados são processados localmente em um dispositivo ou sistema sem a necessidade de conexão com uma infraestrutura de rede. Os registros são armazenados e avaliados no próprio sistema, permitindo que ações sejam tomadas em um ambiente controlado e isolado.

Esse método é útil em cenários onde a conectividade é limitada ou quando é necessário garantir a segurança e a confidencialidade dos dados durante o processamento.  

Processamento em tempo real

Aqui, o sistema recebe e analisa os dados instantaneamente, tomando decisões imediatas com base em um conjunto de fatores predeterminados. Esse método é essencial em situações onde a resposta rápida é crítica, como em sistemas de monitoramento de segurança, detecção de fraudes e controle de processos industriais.

O processamento em tempo real permite uma ação imediata com base nas informações mais recentes, contribuindo para a eficácia e agilidade das operações.

Conclusão

Em um mundo onde a quantidade de dados disponíveis cresce exponencialmente a cada dia, o processamento de dados emerge como uma ferramenta indispensável para empresas de todos os tamanhos e setores.

O processamento de dados não é apenas uma atividade técnica, mas sim uma habilidade essencial que pode impactar significativamente a eficiência operacional, a tomada de decisões e o sucesso geral de uma organização. Ao compreender os fundamentos e etapas do processo, as empresas podem estar bem posicionadas para enfrentar os desafios do mercado atual e se destacar em um ambiente cada vez mais competitivo. 

Compartilhar

Autor

Carolina Gimenez

Com mais de 7 anos de experiência no mercado B2B e um background de empresas de tecnologia, Carol encontrou no universo dos negócios uma forma de se conhecer, aprimorar seus projetos profissionais e se desafiar todos os dias.

Se inscreva em nossa Newsletter!

Posts relacionados

Entenda o que é um representante comercial e como os dados podem ajudar essa profissão.
Entenda como cada repositório funciona na prática e qual a melhor solução para armazenar dados de acordo com as necessidades da sua empresa.
O data warehouse (DW) serve para armazenar dados estruturados, consolidados e prontos para facilitar consultas específicas e frequentes de negócios.
Imagem banner Data Trends

Pesquisa Data Trends 2024

Confira nossa pesquisa, realizada em parceria com o Opinion Box, sobre o uso de dados nas empresas brasileiras e descubra as tendências mais relevantes do setor.